goppp

Informações e notícias sobre colaborações público-privadas

Equipav planeja nova captação para bancar expansão

leave a comment »

A agência de classificação de risco Fitch Ratings atribuiu nota “F1” em escala nacional de curto prazo à operação e afirmou, em relatório, que os recursos serão utilizados para potenciais aquisições no setor e reforço de caixa.

“As debêntures são uma das alternativas. Os investidores domésticos têm interesse nesse tipo de papel, um ativo de longo prazo, com fluxo de caixa previsível e indexado à inflação. Devemos ver um processo de bookbuilding (coleta de intenção de investimentos) interessante”, diz o diretor financeiro da Equipav, Flávio Crivellari.

O executivo afirma que os planos da empresa incluem a captação de mais recursos. Já há um financiamento programado de outros R$ 150 milhões e o montante poderá ser levantado com uma nova emissão de debêntures ou de bônus perpétuo, dependendo das condições do mercado externo.

“Temos de ficar de olho no mercado para quando houver essa janela, mas o bônus perpétuo compete com uma emissão local. Começa a se criar alternativas de financiamento de longo prazo fora do BNDES e da Caixa “, diz.

Além disso, o próprio IFC tem um bônus de subscrição de mais R$ 25 milhões a ser convertido em participação acionária na Aegea, com possibilidade de ser exercido até o fim deste mês.

Em entrevista ao Valor em maio, o grupo Equipav disse que havia decidido focar as operações no setor de saneamento. A intenção é triplicar o tamanho dos negócios da área até o fim de 2015 e, para tanto, a empresa projeta investimento de R$ 1,5 bilhão na Aegea, dos quais R$ 200 milhões serão voltados a aquisições.

Segundo a Fitch, nos 12 meses encerrados em setembro, a receita líquida consolidada da companhia, excluindo construção, somou R$ 379 milhões, alta de 16% em relação a 2011. Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) cresceu 3%, para R$ 168 milhões.

A Equipav é hoje uma das cinco interessadas na compra da fatia do grupo Galvão na CAB Ambiental e também concorre com três consórcios pelos serviços de esgoto de quatro cidades de Goiás.

Em maio, a Aegea comprou o controle (51%) da divisão de saneamento do grupo Dias por R$ 66 milhões, o que envolveu a operação em 16 cidades no interior do Mato Grosso. E a empresa segue de olho em aquisições desse tipo.

“Há uma série de operadores privados no Brasil com pequenos negócios, com concessões já funcionando, e estamos engajados em transações do porte do grupo Dias”, diz Crivellari, ressaltando que aquisições maiores só poderão ser feitas por meio de uma capitalização da empresa.

Em termos de contratos públicos, o diretor chama atenção para oportunidades na região Centro-Oeste. “O setor está decolando e, à medida que passam as eleições, os editais saem, e essa capitalização que fizemos serve para apoiar isso. A empresa já tem um colchão de liquidez para iniciar os negócios.”

Além das 16 cidades do Mato Grosso, a Aegea opera em Campo Grande (MS), Cabo Frio, Búzios, Iguaba Grande, São Pedro da Aldeia e Arraial do Cabo (RJ), Piracicaba (SP) e Penha (SC).

Por Beatriz Cutait | De São Paulo

Origem: Valor Econômico

Procedência: http://www.valor.com.br/empresas/2945332/equipav-planeja-nova-captacao-para-bancar-expansao#ixzz2FUblg9wm

Written by goppp

19/12/2012 às 08:34

Publicado em Empresas, PPP

Tagged with ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: