goppp

Informações e notícias sobre colaborações público-privadas

Engevix e CCR querem estatal portuguesa de aeroportos

leave a comment »

Duas empresas brasileiras de infraestrutura se preparam para entregar na sexta-feira propostas definitivas para a compra de uma empresa estatal portuguesa, a ANA – Aeroportos de Portugal, que controla dez aeroportos, entre eles os de Lisboa, Porto e Açores. Uma dessas companhias é a CCR, dos grupos Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Soares Penido. Também está na concorrência a Engevix, que já venceu dois leilões federais de aeroportos no Brasil. As duas empresas enfrentam grupos alemães, franceses e colombianos nesta segunda e última fase de privatização de aeroportos portugueses.

VE_2012-12-11_pX1

O sócio da Engevix, José Antunes Sobrinho, diz que a empresa se interessa pelo projeto principalmente devido à proximidade com o aeroporto de Natal (RN). “Lisboa está a seis horas de Natal. Então, seria muito positivo”, disse ao Valor. Já a CCR entrou num consórcio com a suíça Flughafen Zürich, cuja proposta na primeira fase da disputa já havia sido aceita. A taxa de retorno do negócio é um dos atrativos, diz Leonardo Vianna, diretor de novos negócios da CCR.

Os consórcios das companhias brasileiras podem obter financiamento do BNDES. As ofertas pela empresa já passam de € 2 bilhões.

Por Fábio Pupo | De São Paulo

CCR e Engevix na fase final pela ANA

A atual política de desestatização do governo de Portugal colocou companhias brasileiras em uma disputa de escala global. Depois da venda da empresa de energia EDP (que chegou a ser disputada pela Eletrobras, mas acabou vendida a chineses), o novo alvo são os aeroportos do país – em fase final de disputa.

Duas empresas brasileiras especializadas em infraestrutura se preparam para entregar, na sexta-feira, as propostas definitivas por dez aeroportos hoje controlados pelo governo português. Uma dessas companhias é a CCR, controlada pelos grupos Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa e Soares Penido. Também está na concorrência o grupo Engevix, que já ganhou dois leilões federais de aeroportos no Brasil e tem mostrado apetite pelo segmento ao lado de sua parceira argentina Corporación América. As duas enfrentam alemães, franceses e colombianos nesta segunda e última fase.

O sócio-diretor da Engevix, José Antunes Sobrinho, diz que a empresa se interessa pelo projeto principalmente devido à proximidade com o aeroporto de Natal, no Rio Grande do Norte (RN) – cuja concessão é do grupo. “Lisboa está a seis horas de Natal. Então [seria] muito positivo”, disse ele ao Valor. A companhia foi aprovada já na primeira fase da licitação portuguesa, cujo resultado foi divulgado no mês passado, e seguiu para a disputa final.

Já a CCR havia sido desclassificada na primeira rodada. “O critério foi basicamente o preço”, diz Leonardo Vianna, diretor de novos negócios da companhia, ao Valor. Apesar da primeira desclassificação, a CCR retornou à disputa na fase final, graças a um acordo com a suíça Flughafen Zürich. No novo consórcio, deve aumentar sua proposta. “Agora temos mais informações sobre o processo, o que dá possibilidade de aumentar a oferta”, diz Vianna. CCR e Zürich são sócias do fundo britânico GIP na empreitada. Parceira original da CCR, a Odebrecht não retornou ao processo.

Para a CCR, a taxa de retorno é um dos fatores que tornam o projeto atraente. “O risco país de Portugal é maior que aqui, então o retorno também tem de ser maior”, afirma Vianna. Ele cita também como pontos positivos o número de passageiros ao ano (30 milhões, no total, aproximadamente o mesmo que Guarulhos – o maior do Brasil) e o fato de Portugal funcionar como ponto de conexão para outros terminais na Europa.

Para a advogada Claudia Bonelli, sócia da área de direito administrativo do TozziniFreire, a compra é a oportunidade de as companhias nacionais entrarem no maduro mercado europeu. “Entrar em Portugal é uma avaliação sobretudo de oportunidade econômica. São poucas as oportunidades em infraestrutura”, afirma. Lisiane Pace, do Machado Associados, diz que o financiamento será uma dificuldade das brasileiras.

Por isso, os consórcios já procuraram o apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Procurado, o BNDES enviou nota confirmando que pode conceder auxílio “desde que a operação de apoio financeiro seja estruturada de acordo com as políticas operacionais do BNDES e com as garantias usualmente exigidas pelo banco”.

Ao todo, cinco consórcios estão na disputa. Quem vencer comprará a estatal ANA – Aeroportos de Portugal que atualmente controla dez aeroportos – entre eles, os de Lisboa, Porto e Açores. O nome ANA é uma herança da antiga estatal Aeroportos e Navegação Aérea, que sofreu uma cisão nos anos 90.

As ofertas pela empresa já passaram de € 2 bilhões na primeira etapa, segundo a mídia internacional. Apesar de o preço ser um dos critérios para a escolha do vencedor, também conta “o projeto estratégico”, segundo Maria Luís Albuquerque, secretária de Estado do Tesouro de Portugal, em entrevista concedida a diferentes agências internacionais no último mês.

Além dos aeroportos, o governo português prevê a venda de empresas de correios, seguros, saneamento, televisão e a companhia aérea TAP (que também recebe interesse de brasileiros). O objetivo das privatizações é garantir “uma antecipação de receitas de cerca de € 5 bilhões”, segundo comunicado do Conselho de Ministros do país.

Por Fábio Pupo | De São Paulo
Origem: Valor Econômico

Procedência: http://www.valor.com.br/empresas/2935546/engevix-e-ccr-querem-estatal-portuguesa-de-aeroportos#ixzz2EkJJkz56

http://www.valor.com.br/empresas/2935460/ccr-e-engevix-na-fase-final-pela-ana#ixzz2EkJf0xB3

Written by goppp

11/12/2012 às 10:35

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: