goppp

Informações e notícias sobre colaborações público-privadas

Aeroporto do Rio terá hotel e centro de convenções

leave a comment »

Os antigos edifícios administrativos da Varig e da Vasp deverão ser transformados em um complexo com hotel de luxo e centro de convenções em pleno aeroporto Santos Dumont, no centro do Rio de Janeiro. A Infraero se prepara para lançar, até o fim deste mês, uma concorrência internacional para o projeto.

“Queremos concluir o processo licitatório ainda neste ano e inaugurar o complexo a tempo de ser usado na Copa do Mundo de 2014”, diz o superintendente de negócios comerciais da estatal, Claiton Resende Faria. Incorporadoras, operadoras de hotéis e investidores – nacionais ou estrangeiros – poderão participar da concorrência. “Percebemos enorme interesse do mercado. É uma localização com apelo comercial muito forte”, acrescenta.

Os antigos prédios da Varig e da Vasp, que ficaram desocupados com a quebra das duas companhias aéreas, retornaram ao patrimônio da União há menos de três anos. A área total construída é de 25.066 m². O edifício de cinco pavimentos da Varig deverá se tornar um hotel de no mínimo quatro estrelas, com 217 quartos. A antiga base administrativa da Vasp dará lugar ao centro de negócios, com previsão de funcionamento sete dias por semana, incluindo auditórios e escritórios multiuso. Um espaço não edificado de 8.432 m², que pode ser usado como estacionamento, e um balcão para reservas dentro do terminal de passageiros serão incluídos na licitação.

“A concessão é do pacote fechado”, afirma o superintendente, explicando que os objetos da concorrência não podem ser separados, conforme o interesse das empresas. A partir do lançamento do edital, o que deve ocorrer ainda em outubro, haverá um prazo de 70 dias para a apresentação de propostas. Vence quem oferecer o maior pagamento mensal à Infraero. O lance mínimo é de R$ 764 mil por mês.

Após a assinatura do contrato, o ganhador da licitação terá 16 meses para fazer todas as obras necessárias e inaugurar o empreendimento. Por causa do prazo fixado e da necessidade de respeitar as características arquitetônicas, tudo indica que haverá uma revitalização dos edifícios, sem mudanças estruturais. O investimento exigido chega a R$ 67 milhões e a Infraero estima que a amortização ocorrerá, no máximo, em 16 anos. A duração do contrato, que não pode ser prorrogado, é de 300 meses (25 anos).

De acordo com Claiton Faria, a taxa de ocupação do hotel no Santos Dumont deverá ficar em pelo menos 65%. A Infraero acredita que ele será voltado ao turismo não só de negócios, mas de lazer, e haverá “algum aproveitamento” para a hospedagem de tripulação das companhias aéreas e como “day use” – para passageiros que aguardam voos e conexões saindo do aeroporto.

A promessa da Infraero é que o centro de negócios contará com recepcionistas bilíngues, serviços de tradução, cafeteria, restaurante e loja de conveniência.

Atualmente, existem apenas dois hotéis em funcionamento em áreas de aeroportos. Um fica dentro do Galeão e está em reforma, que deve ser concluída até maio de 2013. Outro, o Caesar Park de Guarulhos, não está perto o suficiente dos terminais para permitir que os passageiros possam caminhar até as suas instalações. A nova concessionária responsável pela administração do aeroporto de Guarulhos anunciou que dois hotéis serão abertos no futuro terminal 3 – uma unidade terá 50 quartos e será destinada a passageiros em trânsito, sem a necessidade de passar pela imigração para hospedagem; outro, cinco estrelas, será externo e terá 250 quartos.

Antes da privatização, a Infraero chegou a licitar também a instalação de um hotel nas imediações do aeroporto de Brasília, a menos de um quilômetro do terminal. A empresa Reobote Serviços, Eventos e Turismo venceu a licitação e deverá providenciar uma operadora para o hotel, que está em obras e deverá ser inaugurado até julho de 2013.

A Infraero prepara editais para novos hotéis nos aeroportos de Congonhas, Confins, Porto Alegre, Curitiba e Salvador. “Estamos terminando os estudos”, diz o superintendente. O processo mais adiantado é o do aeroporto de Vitória, para onde houve abertura de licitação em agosto.

Por Daniel Rittner | De Brasília

Origem: Valor Econômico

Procedência: http://www.valor.com.br/empresas/2865746/aeroporto-do-rio-tera-hotel-e-centro-de-convencoes#ixzz29MkxyahF

Written by goppp

15/10/2012 às 08:27

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: