goppp

Informações e notícias sobre colaborações público-privadas

Alemães e italianos mostram interesse pelo TAV

leave a comment »

Na semana passada, representantes de grupos franceses, espanhóis, canadenses e japoneses já haviam manifestado publicamente interesse no projeto.

O modelo de edital para a etapa inicial do projeto teve sua primeira audiência pública hoje em Brasília, com a participação de vários grupos. Representantes da ANTT (Agência Nacional de Transporte Terrestre) e do BNDES apresentaram o modelo da primeira etapa do projeto, em que o governo vai contratar o tipo de trem e quem vai manter e operá-lo por um período de 40 anos.

Na etapa seguinte, o governo vai contratar uma empresa para construir a linha do trem e as estações. O governo receberá da vencedora da primeira concorrência e pagará à segunda. Se houver diferença, o governo se compromete a bancar o prejuízo.

Houve poucos questionamentos apresentados pelos participantes da audiência, a maioria sobre dúvidas em relação a impedimentos das empresas que entrarem em uma etapa participarem das fases posteriores. E também relativos aos cronogramas previstos no edital.

A previsão do governo é licitar a primeira etapa no ano que vem. Com o resultado, o governo vai contratar uma empresa para realizar o projeto executivo da obra para, só então, iniciar a contratação da segunda etapa (a empresa que vai construir o projeto).

A ideia é fazer a segunda licitação em 2014 e já ter trechos entre cidades em operação em 2016. A linha completa do trem-bala ficaria pronta em 2020.

Giovanni Rocca, representante da Ferrovie Dello Estato Italiane, estatal que fatura 8,2 bilhões de euros, disse que a companhia está interessada em participar de todas as etapas da projeto, mas tem interesse especial em desenvolver o projeto executivo para o governo.

Segundo ele, a estatal hoje opera mil quilômetros de ferrovias de alta velocidade e vai apresentar em duas semanas um novo trem, desenvolvido por sua subsidiária Ensaldo-Breda em parceria com a canadense Bombardier, o ETR-1000. O novo trem será capaz de alcançar velocidade máxima de 400 km/h.

Helcio Aunhão, diretor da Siemens, que tem a tecnologia de trens de alta velocidade alemães, informou que a empresa mantém seu interesse em participar do projeto brasileiro e que aguarda por mais esclarecimentos do governo sobre os termos do edital.

 

Origem: Folha de São Paulo

Procedência: http://www.revistaferroviaria.com.br/index.asp?InCdNewsletter=6850&InCdUsuario=31830&InCdMateria=16573&InCdEditoria=2

Written by goppp

12/09/2012 às 10:31

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: