goppp

Informações e notícias sobre colaborações público-privadas

(VE) Autoban oferta debênture sem IR para o varejo

leave a comment »

A concessionária de rodovias Autoban, da CCR, fará uma captação de pelo menos R$ 950 milhões com uma emissão de debêntures. A novidade é que uma das duas séries, de no mínimo R$ 100 milhões, será realizada com benefício fiscal para investidores estrangeiros e pessoas físicas.

A oferta da empresa será a primeira com amplos esforços de distribuição no mercado a seguir as regras da Lei nº 12.431, que reduziu para zero a alíquota de imposto de renda (IR) nas captações destinadas a projetos de investimento e infraestrutura.

Embora a isenção seja válida também para estrangeiros, os esforços de venda das debêntures serão concentrados nas pessoas físicas. Além do HSBC, que lidera a emissão ao lado do Banco do Brasil, a operação contará com a XP Investimentos, contratada para atuar na oferta destinada ao varejo. A Caixa Econômica Federal, que abriu o primeiro fundo dedicado a comprar esse tipo de papel, também pode ser chamada para a operação, apurou o Valor. O valor mínimo de aplicação nos papéis será de R$ 3 mil.

Os papéis pagarão uma taxa de juros máxima equivalente ao título público atrelado à inflação (NTN-B) com vencimento em 2016 mais 0,25% ao ano, remuneração que teria pouco apelo se estivesse sujeita ao recolhimento de IR – que varia de 22,5% a 15%, dependendo do tempo de aplicação. Em resumo: o ganho fiscal será dividido entre a companhia e o investidor, assim como já acontece em outros títulos que contam com o mesmo benefício.

O prazo das debêntures incentivadas é de cinco anos, com pagamento de juros semestrais e amortização do valor principal apenas no vencimento. A empresa usará os recursos para o reembolso de despesas e dívidas relacionadas aos projetos de investimento nas rodovias. A Autoban administra o sistema rodoviário Anhanguera-Bandeirantes, em São Paulo.

Além da série de debêntures incentivadas, a emissão da empresa terá uma tranche com remuneração equivalente a até 109,2% da taxa do depósito interbancário (DI), com a qual captará os demais R$ 850 milhões. Com esses recursos, a companhia pretende resgatar uma emissão de notas promissórias e recompor o caixa. No total, a emissão pode atingir R$ 1,282 bilhão, caso sejam colocados os lotes adicional e suplementar, exercidos para atender a um eventual excesso de demanda.

A Autoban deve testar o apetite pelas debêntures incentivadas e servir de termômetro para as próximas operações. Se for bem sucedida, a emissão pode contribuir para apagar a má impressão deixada pela Rodovias do Tietê, que fracassou na tentativa de levantar R$ 650 milhões na que seria a primeira emissão com benefício fiscal.

Por Vinícius Pinheiro | De São Paulo

Origem: Valor Econômico

Procedência: http://www.valor.com.br/financas/2801676/autoban-oferta-debenture-sem-ir-para-o-varejo#ixzz24Sdrf2aq

Written by goppp

24/08/2012 às 08:14

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: