goppp

Informações e notícias sobre colaborações público-privadas

(VE) Fraport escolhe parceiro local para Guarulhos

leave a comment »

Depois de muitas conversas com empresas brasileiras, o grupo alemão Fraport fechou nesta semana uma parceria com a EcoRodovias para disputar as concessões dos aeroportos brasileiros. Os dois pretendem entrar de forma igualitária na sociedade que disputará os aeroportos, mas confirmam a possibilidade de mais parceiros – como fundos de investimento. Segundo os executivos das empresas, pode haver não somente um terceiro participante, como “um quarto ou quinto” investidor na sociedade.

Os dois grupos não escondem que têm preferência por Guarulhos. “Como é possível que o governo não deixe um mesmo grupo ganhar dois aeroportos em São Paulo, por querer que eles concorram entre si, nossas atenções se focam em Guarulhos”, diz Felix von Berg, gerente de negócios para as Américas da Fraport, ao Valor. Outro motivo pela preferência é a possível aprovação, nos próximos anos, de um terceiro aeroporto na região metropolitana da cidade de São Paulo – o que, segundo estimam as empresas, pode interferir na demanda e no faturamento de Viracopos (em Campinas).

 

Caso abocanhe a concessão, Guarulhos seria o terceiro aeroporto mais movimentado no portfólio da Fraport. O primeiro é o de Frankfurt, na Alemanha, com 53 milhões de passageiros por ano. Com 71 mil funcionários, o aeroporto é o lugar da Alemanha com mais empregados em um único local, segundo informações da companhia.

Em segundo lugar na lista de mais movimentados está o aeroporto de Nova Déli (na Índia), hoje com 29 milhões de passageiro por ano, mas com projetos de expansão para 100 milhões por ano. Ao todo, a Fraport é operadora ou participa da operação em 13 aeroportos pelo mundo.

Berg diz que a presença da Infraero na sociedade que irá gerir os aeroportos não é uma novidade nas operações da Fraport. “Na Índia, nossa sociedade que administra o aeroporto tem 23% de participação de um agente governamental. Funciona”, diz. Mesmo assim, ele fala que ainda deve haver esforço por parte do governo. “Não adianta, por exemplo, criarmos vários balcões de imigração e não haver policiais suficientes para os trâmites burocráticos”, opina.

Ele não revela estimativas de investimento, mas diz que pode haver ações de melhoria a serem feitas “imediatamente”. “Há o projeto do terceiro terminal de passageiros em Guarulhos, que pode melhorar o aeroporto a curto prazo. Também já estamos estudando outras medidas”, diz. O memorando de entendimentos assinado pelos grupos inclui o estudo, em conjunto, dos projetos. Os executivos, no entanto, dizem esperar a publicação dos editais antes de comentar demanda de investimentos nos projetos. “Montamos a primeira parte do consórcio. Agora, vamos aguardar os editais”, diz Marcelino Rafart de Seras, presidente da EcoRodovias.

Declarando baixa rentabilidade e regras pouco satisfatórias, a Fraport manteve-se ausente do primeiro leilão federal no setor – a concessão do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante (no Rio Grande do Norte). “Não há como encontrar um edital de concessão desses que agrade 100%”, diz Berg. Segundo ele, a empresa preferiu apostar em terminais de maior rentabilidade do que entrar em projetos de pouco possibilidade de investimento. “Não queremos fazer solução baratas, não é o nosso jeito”, declara. O grupo chegou a ter conversas com o empresário Eike Batista. “Ele se encontrou com nosso CEO quase que por acaso. Conversamos com várias empresas e agora chegamos a uma definição”, diz Berg.

A participação da EcoRodovias na empresa a ser formada para gerir aeroportos em parceria com a Fraport ficaria sob o guarda-chuva da subsidiária Ecorodovias Concessões, que tem cinco concessões de rodovias pelo país. Dentre a composição societária, 45% das ações do grupo estão sob propriedade da CR Almeida. O grupo italiano Impregilo detém participação de 29,2%. Os outros 25,8% das ações são negociados em bolsa. Além das concessões, o grupo brasileiro atua em logística com a controlada Elog, de centros de distribuição, e em pagamento eletrônico de pedágios (com 12,75% do STP).

Por Fábio Pupo | De São Paulo

Procedência: http://www.valor.com.br/empresas/1027708/fraport-escolhe-parceiro-local-para-guarulhos

Origem: Valor Econômico

Written by goppp

30/09/2011 às 16:36

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: