goppp

Informações e notícias sobre colaborações público-privadas

(BE) Agricultores do Nordeste e do Centro Oeste buscam PPP para logística

leave a comment »

Mato Grosso pode ter R$ 170 milhões por ano com 1%do valor de cada saca de soja destinado à infraestrutura

Ruy Barata Neto e Luiz Silveira rneto@brasileconomico.com.br

Projetos de parcerias público-privadas para solucionar gargalos de logística no escoamento de produção do agronegócio brasileiro começam a se expandir pelo país. O governo do Mato Grosso, por exemplo, estuda ampliar o Fundo Estadual de Transporte e Habitação (o Fethab), imposto obtido junto a agricultores e usado para financiar a construção de rodovias na gestão de Blairo Maggi. O projeto em análise criaria um fundo similar a partir da arrecadação de 1% do valor sobre a venda de cada saca de soja.

Segundo o economista Paulo Rabello de Castro, que procura levar a ideia adiante com o governo local, seria possível garantir anualmente cerca de R$ 170 milhões para investimento no setor logístico da região. “O governo federal não vai comparecer com aportes suficientes para solucionar o caos logístico regional porque já enfrenta dificuldades para executar até o PAC 2”, diz Rabello. “É o governo do Mato Grosso que precisa agir de forma independente, organizando o empresariado, para vencer o problema”.

Mecânica similar aparece em outros estados. A Bahia deve ser a próxima a receber investimentos em rodovias rateados entre agricultores e governo estadual, em um projeto chamado Rodoagro. A previsão é que dentro de 60 dias saiam todas as licenças para a construção de uma estrada de 222 quilômetros no Oeste Baiano, segundo o produtor e coordenador do projeto, Sérgio Pitt.

O investimento nessa rodovia, que interligará duas importantes vias da região produtora, será de cerca de R$ 120 milhões. “Ele vai beneficiar uma área produtiva de 600 mil hectares e, se todos contribuírem, o custo médio para o produtor será de cerca de 2,5 sacas de soja por hectare”, afirma Pitt. As propriedades mais próximas da rodovia deverão pagar mais, e aquelas mais distantes desembolsarão valores menores, como ocorre no Mato Grosso.

Além da nova rodovia, foram mapeados cerca de 600 quilômetros de estradas existentes para serem recuperadas pela parceria público-privada da Bahia. As obras dos primeiros 114 quilômetros desse total também devem receber todos os licenciamentos necessários nos próximos doismeses. O passo seguinte, tanto da nova rodovia quanto dos trechos a serem reformados, será a redação e publicação dos editais para licitar as obras.

Planos federais

A elaboração de modelos de financiamento por meio de arrecadação junto ao setor privado é prioridade dos planos da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), na gestão do ministro Wellington Moreira Franco. Segundo o ministro, um programa do seu antecessor, Mangabeira Unger, de integração da Amazônia, Nordeste e Centro- Oeste, está sendo retomado, o que falta é encontrar maneiras de execução rápida das obras. “O desenho de um plano estratégico para resolver as questões de logística e transporte está feito. Agora, é discutir qual a modelagem financeira adequada para o financiamento”, afirma Franco. O ministro diz que será necessário buscar também instrumentos nos mercado de capitais. “Se cada estado fizesse isso, teríamos uma capacidade de resposta mais rápida do PAC”.

RECURSOS PRIVADOS

R$ 120 mi é o custo estimado para a construção de uma estrada no Oeste baiano por meio de parceria público-privada. A obra vai beneficiar uma área produtiva de 600 mil hectares.

PERDAS

R$ 3 bi são as perdas estimadas causadas por problemas logísticos à produção do agronegócio matogrossense, responsável por 27% da safra nacional de soja.

“O Estado do Mato Grosso precisa agir de forma independente, organizando o empresariado para solucionar caos logístico”

Paulo Rabello de Castro
economista
 

Visite o site! www.brasileconomico.com.br

Written by goppp

02/05/2011 às 10:49

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: