goppp

Informações e notícias sobre colaborações público-privadas

(Planalto) Presidente autoriza definição de critérios de concessão de obras em três aeroportos

leave a comment »

Presidenta autoriza definição de critérios de concessão de obras em três aeroportos

A presidenta Dilma Rousseff autorizou ontem (25/4) a recém criada Secretaria de Aviação Civil a definir os critérios de concessão de obras nos aeroportos de Guarulhos (SP), Viracopos (Campinas/SP) e Juscelino Kubitschek (Brasília/DF), informou nesta terça-feira (26/4) o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, durante plenária da 37ª Reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES).

Ainda de acordo com Palocci, a presidenta determinou também que a Secretaria avance os estudos sobre a concessão de serviços para os aeroportos de Confins (Belo Horizonte/MG) e Galeão (Rio de Janeiro/RJ). O ministro lembrou que essa é uma das medidas do governo federal para acelerar os empreendimentos estratégicos para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

“Portanto, cinco grandes aeroportos terão iniciativas de curto espaço de tempo em regime de concessão, porque nós queremos combinar a urgência das obras com a necessidade do investimento público e privado, para que a gente possa dar resposta às questões no menor espaço de tempo possível”, ressaltou.

Assim como Guido Mantega (Fazenda) e Alexandre Tombini (Banco Central), o ministro Antônio Palocci discursou sobre a necessidade do controle da alta dos preços e frisou que “o combate à inflação é sem dúvida uma prioridade que o governo não irá abandonar”.

Ele lembrou, ainda, que todos os programas que o governo está realizando no momento são dirigidos ao fortalecimento das políticas de combate à pobreza e de desenvolvimento econômico equilibrado para todas as regiões. Entretanto – continuou o ministro – muitas vezes o desenvolvimento provoca desequilíbrios.

“Hoje os declínios existem em todo o mundo e algumas dessas questões atingem o Brasil. É muito importante que nós estejamos atentos a isso e que nós possamos fortalecer o esforço da equipe econômica brasileira, do governo brasileiro, para que haja sucesso no desenvolvimento dessa atuação”, afirmou.

Para Palocci, é indispensável que o governo, com apoio da iniciativa privada, se esforce para “fazer uma política de desenvolvimento que possa continuar sendo inclusiva e que possa se realizar com estabilidade e redução da pobreza”.

“Foi possível já nesses três meses, sem comprometer os programas sociais e os investimentos, realizar o cumprimento das metas fiscais de maneira adequada”, completou.

Financiamento de longo prazo – Palocci defendeu que um dos maiores desafios que o país enfrenta atualmente é encontrar mecanismos para desenvolver o mercado privado de títulos de longo prazo, para garantir “o financiamento para o desenvolvimento”. Segundo ele, hoje praticamente todo financiamento de longo prazo é feito com recursos do Tesouro Nacional e do BNDES, prática que precisa ser mudada.

“Esse conselho deve contribuir para esse debate”, lembrou.

Código Florestal – Por fim, o ministro informou que o governo e os parlamentares estão próximos de um acordo acerca do novo Código Florestal, de forma equilibrada entre reivindicações do setor agropecuário e as necessidades da defesa ambiental do país.

“O Brasil não quer ser um país de desenvolvimento desequilibrado. Nós queremos ser reconhecidos no mundo todo como o maior celeiro de alimentos, o país mais competitivo do agronegócio, mas com respeito ao meio ambiente”, concluiu.

Visite o site! www.planalto.gov.br

Written by goppp

27/04/2011 às 00:32

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: